Baixe nosso App

  • Lana Construções
  • Martins
  • Delrio
  • GB Calçados
  • Moageira
  • Ponto cimento
  • Sovaril
  • execu
  • Nilo Motos
  • Ceramica Torees
  • Guanabara
  • Dissobel
  • Afranio
  • Parafusao
  • Sanzio
  • A Preferida
Quarta, 14 Junho 2017 00:58

Maior prédio de Fortaleza terá 52 andares e 150m

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Fortaleza poderá receber nos próximos anos um prédio que deve ser o mais alto da cidade. De acordo com o projeto, da Construtora Colmeia, o empreendimento terá 150 metros (m) de altura e 52 andares. O Valor Geral de Vendas (VGV) do edifício residencial, localizado no Mucuripe, é estimado em R$ 322 milhões, já que cada um dos 46 apartamentos de 600 metros quadrados (m²) têm preços que giram em torno dos R$ 7 milhões. Para sair do papel, entretanto, o projeto ainda precisa passar pela aprovação da Prefeitura de Fortaleza.

"Esse projeto já está tramitando na Prefeitura (na Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente). Existe um processo lá dentro. Depois dessa análise, ele vai para um conselho especial que analisa esses projeto especiais", afirma o diretor-presidente da Colmeia, Otacílio Valente. A construtora espera receber o aval do Município até o fim deste ano. Após isso, a ideia é que as obras iniciem no segundo semestre de 2018 e sejam concluídas em cinco anos. Assim, se tudo ocorrer como o previsto, o prédio residencial deverá estar pronto no ano de 2023.

Legislação

Mesmo com a altura incomum, Valente diz que o projeto do empreendimento obedece a uma "nova legislação, que contempla projetos especiais, com terrenos maiores, nos quais você pode construir mais e mais alto. No nosso caso, estamos construindo mais alto". "Nós já tínhamos um projeto aprovado com duas torres, cada uma com 22 apartamentos, dando um total de 44 apartamentos e mais quatro níveis de estacionamento, além de um pavimento térreo de lazer. Com possibilidade permitida pela nova legislação, nós modificamos o projeto para colocar um prédio 'em cima do outro'. Isso permite maior ventilação para a cidade, e nós temos interesse em proporcionar andares mais altos, que sempre são mais atraentes do ponto de vista comercial", explica ele.

A Colmeia pretende erguer o edifício em um terreno de 4.070 m², nas ruas Tereza Hinko e Senador Machado, entre a praça do Riacho Maceió e a Paróquia de Nossa Senhora da Saúde. "Esse terreno é fruto de uma operação consorciada que contemplou a urbanização da foz do Riacho Maceió. Tudo isso é uma obrigação do dono do terreno, que foi repassada para nós e que será repassada para o condomínio, que fará a manutenção dessa praça", diz o diretor.

Comercialização

Valente diz que o empreendimento será "autofinanciado", pela venda de 24 apartamentos, que totaliza aproximadamente R$ 168 milhões. Nenhuma venda está fechada, mas o projeto já foi apresentado a potenciais compradores. As comercializações só serão feitas após o aval da Prefeitura. "Quem pode comprar são pessoas que já moram na Av. Beira-Mar e querem se mudar para um prédio mais moderno", afirma.

Lido 122 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Radio Popup

"

Temos 154 visitantes e Nenhum membro online