Baixe nosso App

  • execu
  • Dissobel
  • Sovaril
  • Guanabara
  • Lana Construções
  • Ceramica Torees
  • A Preferida
  • Nilo Motos
  • Ponto cimento
  • Delrio
  • Parafusao
  • GB Calçados
  • Moageira
  • Afranio
  • Martins
  • Sanzio
Super User

Super User

A Polícia Federal identificou durante aOperação Alanis, deflagrada em Fortaleza nesta quinta-feira (16), pessoas que compartilhavam na internet fotos e vídeos contendo cenas de sexo explícito envolvendo adolescentes, crianças e até bebês menores de um ano. Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos em três residências nos bairros Messejana, Papicu e Lagamar.

Conforme a titular da Delegacia de Defesa Institucional (Delinst) da PF,  delegada Juliana Pacheco, foram apreendidos DVDs, CDs, pen drives e computadores contendo pornografia infantil. As mídias foram encaminhadas para análise técnica da Perícia Criminal Cientifica da Polícia Federal do Ceará, com o objetivo de identificar se os suspeitos distribuíram e ainda foram os produtores das cenas.

"Já comprovamos a materialidade do fato durante a operação. Pessoas compartilhavam vídeos e fotos com conteúdo pornográfico envolvendo adolescentes, crianças e até bebês. Agora o conteúdo vai ser periciado para que possa ser dado continuidade no inquérito, que pode terminar com a prisão dos envolvidos", comentou a delegada.

Juliana Pacheco acrescentou que, se culpados, os envolvidos podem responder aos crimes de adquirir ou armazenar material que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, que tem pena de um a quatro anos de reclusão; ou ao crime por publicar ou compartilhar foto, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, que tem pena de três a seis anos de prisão, e multa. Ambos os delitos estão previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Penas mais severas
A delegada ainda ressaltou que serão feitas análises periciais para saber se os mesmos suspeitos do compartilhamento também foram as pessoas que filmaram as cenas pornográficas. Se ficar caracterizado a produção do material, os envolvidos podem responder também ao artigo 240 (produzir, dirigir ou fotografar cenas de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente). Conforme o ECA, o crime tem pena de quatro a oito anos de prisão, além de multa. 

"Durantes as operações de repressão à pornografia infantil nós registramos fotos das residências para tentar saber se as cenas foram gravadas nestes lugares e até se os autores cometeram estupros. Se for caracterizado estes crimes, os autores poderão ser penalizados em pelo menos três artigos do ECA, que têm penas mais severas", detalhou a delegada.

A Operação Alanis, deflagrada nesta quinta-feira, contou com a participação 23 policiais federais. A operação recebeu esse nome em alusão à menina Alanis Maria, que foi sequestrada, estuprada e morta aos cinco anos de idade, em janeiro de 2010, em Fortaleza. O acusado do crime está preso, condenado a 31 anos de prisão.

Durante a ação, houve um flagrante de posse de arma de fogo na residência de um dos suspeitos. Ele foi preso e liberado mediante pagamento de fiança.

Outras operações
A Polícia Federal vem intensificando as ações de combate a crimes de pornografia infantil no Ceará. Em dois anos, entre 2014 e 2015, foram realizadas nove diferentes operações, que resultaram no cumprimento de 27 mandados de busca e apreensão e na prisão em flagrante de 11 pessoas.

Uma dessas ações foi deflagrada em janeiro deste ano. Durante a operação, denominada Sem Fronteiras, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Fortaleza, Caucaia e Itapipoca.

A ação da Polícia Federal contou com a participação de 20 policiais e do adido policial da Bélgica no Brasil. A investigação foi realizada em cooperação internacional com as instituições policiais da Bélgica e Nova Zelândia.

Fonte: G1/CE

Após a derrota por 2x0 para o Luverdense no último sábado, que interrompeu uma série de três vitórias seguidas do time na competição, o Ceará já volta a campo nesta terça-feira, 14, contra o Brasil de Pelotas-RS. Para esse compromisso, o técnico Sérgio Soares pode ter até quatro retornos na equipe considerada titular. Um deles está garantido. É o caso do meia Felipe, que volta após cumprir suspensão automática. 

Outro que pode voltar ao time é o atacante Bill. Apesar de ter sido punido com duas partidas de suspensão pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por ter provocado a torcida do Avaí, em jogo da 4ª rodada desta Série B, em Florianópolis, o jogador aguarda para esta segunda-feira a resposta de um pedido de efeito suspensivo, solicitado pela diretoria alvinegra. Se tiver retorno positivo, Bill fica liberado para entrar em campo, até que o caso seja novamente julgado.   

Mais jogadores podem reforçar o Ceará no jogo contra o Brasil de Pelotas são o lateral Tiago Cametá e o zagueiro Ewerton Páscoa. Entregues ao Departamento Médico, os dois jogadores serão submetidos a exame de imagem nesta segunda-feira, que irá definir se a dupla tem condições de entrar em campo. Ceará x Brasil de Pelotas se enfrentam nesta terça, as 21h30min, no Castelão, em jogo da 9ª rodada da Série B do Brasileiro. 

Fonte: O Povo

O Fortaleza superou o Cuiabá neste domingo, 12, alcançou a terceira vitória seguida e disparou na liderança do Grupo A da Série C. Após o apito final, os jogadores do Tricolor comemoraram o resultado: "estamos felizes com o desempenho".

Mais de 9 mil pessoas acompanharam a vitória do Fortaleza por 2 a 0, no Castelão. Resultado que garantiu ao Tricolor os 10 pontos na competição. A equipe comandada pelo técnico Marquinhos Santos segue com boas atuações.

"A equipe fez um excelente primeiro tempo. Os jogos são muitos disputados na Série C, estamos felizes com o desempenho", disse o volante Juliano.

A partida também evidenciou a boa fase da defesa do Fortaleza. O time ainda não foi derrotado na Terceirona e completou três jogos sem tomar gols.

"A gente estava procurando isso (liderança). Nosso grupo está de parabéns, nossa equipe está com os pés no chão, é manter o foco que sábado tem o ABC. Temos que trabalhar firme durante a semana para consolidar a liderança", disse o zagueiro Edimar.

O Fortaleza recebe o ABC no próximo sábado, 18, às 18 horas, no Castelão. O próximo adversário do Leão ocupa a oitava colocação na tabela, com apenas quatro pontos.

Fonte: O Povo

Ceará não só fechou a quadra chuvosa - de fevereiro a maio - abaixo da média, com 329,3 mm de precipitação e desvio negativo de 45,2%, como 2016 entrou na lista dos dez anos mais secos da região desde 1951. Desde 2012, o Estado tem apresentado precipitações abaixo da média histórica, chegando ao quinto ano consecutivo de estiagem.

O mês mais crítico do período chuvoso deste ano foi fevereiro, com -55,3%, seguido de abril (-47,8%), maio (-46,6%) e março (-36,2%). A Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos (Funceme) ressalta que, segundo a climatologia, março e abril são os meses mais chuvosos, com média de 203,4 mm e 188 mm, respectivamente, enquanto, em fevereiro, a média mensal para o Ceará é de 118,6 mm. Já maio alcança somente 90,6 mm.

O presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins, mostrou preocupação ao comentar sobre resultado de quadra chuvosa. "A gente tem certeza da chuva no primeiro semestre e a certeza de que não chove no segundo semestre. As chuvas do segundo são muito pequenas. Mais de 90% das chuvas acontecem no primeiro semestre. Agora é uma preocupação, porque já sabemos o que vem pela frente", disse ele. 

Na quadra chuvosa deste ano, a região Jaguaribana foi a macrorregião mais afetada com desvio percentual negativo de 54,5%. O menor desvio registrado ocorreu no Litoral de Pecém, com -25,1%. O Litoral de Fortaleza apresentou desvio de -39,1%.

Piores precipitações

Desde 1951, o ano de 1958 registrou o pior desvio, com -65,9%. Em seguida, a lista da Funceme tem os anos de 1998 (-59,8%), 1993 (-51,8%), 1951 (-51,1%), 2012 (-49,7%), 2010 (-49,6%), 1983 (-48,8%), 2016 (-45,2%), 2013 (-39,3%) e 1970 (-39%).
Fatores
O resultado de quadra chuvosa abaixo da média já havia sido previsto pela Funceme em 2016, quando o órgão divulgou o primeiro prognóstico, em janeiro. Entre os fatores determinantes para o período seco, estão as condições do Oceano Atlântico tropical com predominância de áreas neutras e mais aquecidas, tanto ao norte quanto ao sul do Equador, e a atuação do fenômeno El Niño, na categoria forte, no
oceano Pacífico Equatorial.

Conforme as análises da Funceme, os padrões oceânicos acabaram afetando o posicionamento da Zona Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuvas na região.

Fonte: O Povo

A Organização das Nações Unidas (ONU) se queixa da falta de negros na cúpula do governo brasileiro e aponta que, com mais de 150 milhões de afrodescendentes na América Latina, essa população ainda está pouco representada nas decisões políticas.

 Em discurso, o Alto Comissário de Direitos Humanos da ONU, Zeid Al Hussein se disse "preocupado com a baixa representação política de afrodescendentes na América Latina e no Caribe ".

 "Existem cerca de 150 milhões de pessoas de descendência africana na região, somando quase 30% da população. Eles são mais da metade da população do Brasil e mais de 10% da população de Cuba", afirmou Zeid. "Mas sua representação nos altos níveis do governo, incluindo nos ministérios, é muito inferior", alertou.

 "A representação importa", insistiu o jordaniano. "Esse déficit de representação na cúpula do poder afeta toda a sociedade: parlamentos, locais de trabalho no setor público e privado, escolas, tribunais, na imprensa - todos lugares em que às vozes dos afrodescendentes são dados muito pouco peso", disse.

 "As vozes, as escolhas, as experiências e os rostos dos afrodescendentes precisam ser melhor refletidos", afirmou. "Peço que esses governos tomem ações para refletir a diversidade de sua população dos órgãos de tomadas de decisão, incluindo a consideração de políticas de ação afirmativa", completou.

Fonte: O Povo

Lideranças locais, professores, agentes de saúde e comunidade em geral participaram do primeiro diálogo da campanha ‘Nossa Água Nossa Vida’, alusiva ao Dia Mundial do Meio Ambiente. A ação aconteceu nesta quinta-feira (9), no Conselho Local de Desenvolvimento Social e Saúde do Complexo Sinhá Sabóia e teve o objetivo de integrar os diversos setores e sensibilizar a população sobre o uso racional da água, bem como a importância da preservação, conservação dos recursos hídricos e do meio ambiente.

 

Nesse primeiro momento da campanha estamos convidando as comunidades para o diálogo, despertando nas pessoas o olhar sustentável para com o nosso meio ambiente, sobretudo a água. É importante que haja esta sensibilização porque estamos enfrentando um período de estiagem e nossos reservatórios não possuirão capacidade de abastecimento se as próximas gerações não preservarem esse bem tão precioso a partir de hoje”, ressaltou o superintendente da Autarquia Municipal do Meio Ambiente (AMMA), José Wilson Angelim.

Na próxima terça-feira (14), uma nova roda de conversa será realizada, dessa vez no distrito de Jaibaras. A campanha ‘Nossa Água Nossa Vida’ faz parte das ações desenvolvidas em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Este ano, o tema trabalhado é ‘Saúde e Cidade’ e tem o objetivo de despertar na comunidade sobralense a importância da preservação do meio ambiente e o uso correto da água. Uma realização da Prefeitura de Sobral, através do apoio intersetorial das demais secretarias e autarquias municipais e da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema).

Fonte: Blog de Sobral

Até que ponto a sua paixão pelo esporte vai? Para o cearense Arthur Lima, o amor pelo esporte e pelo Brasil não possui limites e muito menos distância. Apaixonado pelas Olimpíadas, o Palhaço Tutu, como é conhecido por causa de sua profissão, rodou cerca de 1.000 quilômetros pelo Ceará acompanhando a trajetória do símbolo olímpico pelo Estado. Sempre na companhia de uma tocha criada por ele mesmo.

Aos 46 anos, ele conta que a motivação para fazer “loucuras pelo esporte” surgiu antes mesmo da Copa das Confederações de 2013. “Tudo começou com uma brincadeira. Quando tinha carreatas do Ceará, eu me fantasiava de preto e branco e ia pra brincadeira. Quando tinha carreatas do Fortaleza, eu me vestia de vermelho, azul e branco e caía na brincadeira também. Tudo isso pra mostrar que podemos torcer na paz “, relata.

Além da profissão de palhaço, Arthuzinho, como é chamado por amigos e familiares, diz que o principal motivador de acompanhar a tocha pelo Ceará foi a intenção de dar bons exemplos aos jovens. “Sou professor de Educação Física. Eu percebi que essa seria uma maneira de estimular as crianças ociosas a caminhar, correr e mostrar para elas que é preciso manter a saúde em dia. Às vezes, você pode muitas coisas boas na sua vida, mas se não tem uma saúde legal, não tem uma vida boa”, contou.

Para Arthuzinho, muitas crianças e adolescentes enxergam a tocha e esportistas como exemplo. “Eu vou continuar fazendo loucuras pra qualquer tipo de evento que seja voltado para o esporte e para o Brasil. Nós precisamos disso”.

A loucura de rodar quilômetros atrás da tocha não impressiona somente os desconhecidos. Dentro de casa, Arthur é chamado constantemente de louco. “Minha mãe me chama de doido, de maluco. A minha mulher ligou um dia desses pela manhã e perguntou: ‘Tu tá onde, doido?'”, contou, rindo.

Na trajetória pelo Ceará, a tocha e Tutu passaram pelas cidades de Aquiraz, Aracati, Barroquinha, Camocim, Caucaia, Forquilha, Fortaleza, Granja, Irauçuba, Itapajé, Massapê, Sobral, Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha.

Mas se você já está achando que o caminho percorrido pelo cearense uma loucura, é porque não sabe o que vem pela frente. Assim como fez com a seleção brasileira na Copa do Mundo, o Palhaço Tutu também deve ultrapassar as divisas do Estado. Em agosto, ele já tem destino certo. “Eu vou colocar a minha moto num avião e vou mandar para o Rio de Janeiro. Vou buscá-la e rodar todo o Rio também com a tocha”, revelou Arthur.

Fonte: Tribuna do Ceará

Todo time de destaque possui jogadores importantes. Na maioria deles, o Camisa 9 se destaca pela capacidade de fazer gols e de exercer protagonismo como artilheiro da equipe. Em 2016, Fortaleza e Ceará não têm do que reclamar dos seus centroavantes. Destaques entre tricolores e alvinegros, Anselmo e Rafael Costa fazem valer a fama de ‘matadores’ se consolidando entre os principais artilheiros do País.

Com 18 gols na temporada, Anselmo está na liderança da artilharia nacional, ao lado de Rodrigão, que iniciou o ano no Campinense-PB e agora está no Santos. O atacante leonino entrou em campo 30 vezes, com uma média de 0,6 gols por jogo. Foram 2.653 minutos em campo, o que significa um gol a cada 147 minutos.

Mais que a capacidade de decisão, o “Baile de Favela”, como é chamado pela torcida leonina, tem importante papel tático no desenho do time, já que não fica fixo na área e se movimenta bastante, tendo garantido ainda quatro assistências para gols.

No Alvinegro, Rafael Costa não fica muito atrás. O gol marcado na vitória por 1 a 0 sobre o Londrina, na última terça-feira, 7, foi o 15º do “Tartaruga-Ninja” nas 23 partidas disputadas em 2016. Média de 0,65 tento por jogo. Foram 1.856 minutos jogados, com um gol marcado a cada 123 minutos.

Em 4º na artilharia nacional — ao lado de Nenê, do Vasco — Rafael é a principal referência ofensiva do Vovô e tem mantido o protagonismo que assumiu no ano passado, quando foi peça fundamental na arrancada do time para se livrar do rebaixamento à Série C.

Um dos pontos mais relevantes no desempenho dos dois atacantes é que eles não concentram seus gols em poucas partidas.

Os 18 que Anselmo marcou estão distribuídos em 16 jogos, dos quais em 12 o Fortaleza saiu vencedor.

Já Rafael Costa precisou de 13 jogos para marcar seus 15 gols. Destas partidas, o Vovô conquistou os três pontos em oito oportunidades.

É importante lembrar que, na disputa pela artilharia nacional, o atacante tricolor leva desvantagem. Anselmo terá bem menos jogos pela frente, tendo em vista que, entre Série C e Copa do Brasil, o Fortaleza tem somente 17 partidas garantidas pela frente, enquanto o Ceará de Rafael Costa fará, ao menos, mais 33 jogos, sendo 31 pela Série B e dois pela Copa do Brasil.

Independente de artilharia, alvinegros e tricolores só esperam que os dois sigam balançando as redes adversárias para ajudar seus times em caminhadas distintas, mas que almejam um desfecho comum: o acesso.

ARTILHARIA
1 - Anselmo (Fortaleza) e Rodrigão (Campinense-PB/Santos) - 18 gols
2 - Bruno Rangel (Chapecoense) e Nando (ABC) - 17 gols
3 - Kléber (Coritiba) - 16 gols
4 - Rafael Costa (Ceará) e Nenê (Vasco) - 15 gols

ANSELMO
Gols: 18
Partidas: 30
Média: 0,6 gol/jogo
Minutos Jogados: 2.653
Contra quem marcou gols: Itapipoca (2), Icasa, Uniclinic (2), River, Botafogo-PB, Guarany de Sobral (4), Sport, Ceará (2), Flamengo, Confiança (2) e América-RN 

RAFAEL COSTA
Gols: 15
Partidas: 23
Média: 0,65 gol/jogo
Minutos Jogados: 1.856
Contra quem marcou gols:
Guarany de Sobral (2), Uniclinic (2), Joinville (2), Sampaio Corrêa (3), Fortaleza, Maranguape, Flamengo-PI, Santa Cruz, Paysandu e Londrina

Fonte: O Povo

Poucos sabem, mas a sinuca é considerada um esporte também.  A partir desta sexta, 10, até domingo, 12, aconteceno Marina Park Hotel, em Fortaleza, o III Torneio Norte e Nordeste de Sinuca. Apontado por muitos como um mero passatempo em bares, o bilhar, como também é conhecido,é coisa séria para quem está na competição que distribuirá R$ 16 mil em prêmios.

O evento conta com 64 jogadores em busca do disputado troféu e há cearenses favoritos. Célio Parente, o Celinho, e Lúcio Moraes – apelidado como Laércio – estão entre os postulantes com mais chances. Outro concorrente relevante é Junior Alves, garoto de 12 anos. Juninho, de Natal-RN, já venceu torneios importantes na breve carreira. A presença do atual campeão Catarinense, Alexandre Melo, também está garantida.

Jesus Batista de Oliveira, cearense de 72 anos, é o atual presidente da Federação Cearense de Bilhar e Sinuca. Ele vai disputar a competição e tem cinco títulos na Copa Brasil, mas é o de campeão brasileiro conquistado em 2010 que ele considera como o principal. Ele começou a se interessar pelo esporte em 1987, quando assistia as transmissões dos jogos de sinuca narrados por Luciano do Valle, na TV Bandeirantes. Em conversa com O POVO, Seu Jesus disse que pratica pelo menos duas horas por dia. “Tenho uma mesa em casa e treino bastante, tendo como objetivo chegar num degrau mais alto”, explica. Natural de Tabuleiro do Norte-CE, onde realiza torneios e a classifica como cidade da sinuca, ele diz que o principiante deve “tentar participar de torneios, mesmo com jogadores mais fortes, para tomar conhecimento das jogadas e praticar”.

A maior delegação é a do estado do Ceará com 16 representantes. Também participam jogadores de Recife-PE, João Pessoa-PB e São Luís-MA, que conta com dez atletas para o torneio. O paraibano Josuel Cavalcante – o Rolinha – tem grandes chances de levar o troféu.Ele é o primeiro do ranking naregião nordestinae já foi várias vezes campeão do Norte e Nordeste. A modalidade que valerá no certame é a Regra Brasileira, onde os jogadores batemcom a bola branca nas sete bolas coloridas, cada uma com pontuação diferente quando derrubadas nos buracos e somadas durante a partida. A sequencia das cores é a seguinte: vermelha (um ponto), amarela (dois pontos), verde (três pontos), marrom (quatro pontos), azul (cinco pontos), rosa (seis pontos) e preta (sete pontos). (Henrique Nascimento)

Serviço:

Local: Marina Park Hotel – Av. Presidente Castelo Branco, 400 / Praia de Iracema – Fortaleza – Ceará.
Contato: (85) 9 8970.9126 / (85) 9 9794.9537 (João Amaral) 
Ingresso: R$ 100,00 (Inteira) - Pacote que dá acesso ao evento durante os três dias. / R$ 50,00 (Ingresso Inteira) – Direito a um dia.
*Estudantes pagam meia entrada.
OBS: Não será permitido o acesso de pessoas menores de 16 anos desacompanhadas dos pais ou responsáveis.

Fonte: O Povo

A segurança pública cearense tem sido reforçada no interior e nas extremidades do Estado. Somente em maio deste ano, 16 armas de fogo foram apreendidas nas divisas do Ceará com outros Estados nordestinos. Essas ações são resultados dos trabalhos desenvolvidos pelo Batalhão de Divisas da Polícia Militar do Ceará, que atua nos limites territoriais do Ceará no combate ao tráfico de drogas, de armas e a ações contra bancos.

O mês de maio também refletiu em mais de 8 mil veículos e 1.100 pedestres abordados e 29 procedimentos policiais realizados nas fronteiras. Ao todo, foram 23 flagrantes, um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e quatro Boletins de Ocorrência (BO) registrados. Entre os transportes abordados estão carros, motocicletas, ciclos, ônibus, vans e caminhões.

De acordo com o tenente coronel Paulo Sérgio, comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) e do Batalhão de Divisas, as abordagens fazem parte de ações preventivas, visando à apreensão de armas e drogas, com a ressalva: “Temos a missão de trabalhar nas divisas”. Ainda segundo ele, o Batalhão de Divisas conta não só com o apoio de destacamentos da PM cearense, mas também de Estados como Rio Grande do Norte, Pernambuco e Piauí. Os militares do Batalhão de Divisas atuam em conjunto ainda com policiais de outros destacamentos e de forças parceiras como as Polícias Civil (PC), Rodoviária Federal (PRF) e Federal (PF).

Somente no mês passado, cinco veículos foram recuperados nas fronteiras. Além disso, cinco quilos de entorpecentes foram apreendidos nas estradas, que funcionam como portas de entrada e saída do Ceará. As ações policiais também buscam conscientizar condutores quanto à péssima combinação entre bebida alcoólica e direção. No quinto mês deste ano, quatro pessoas foram autuadas por dirigir veículo automotor sob a influência de álcool ou substância de efeito análogo – com base no artigo 306 no Código de Trânsito Brasileiro.

Desde 2015

O Batalhão de Divisas atua nas fronteiras do Ceará com três estados nordestinos. A 1ª e 2ª companhias do batalhão especializado foram lançadas em 2015, com localização nas cidades de Limoeiro do Norte – que faz divisa com o Estado do Rio Grande do Norte e - Penaforte – divisa com o Estado de Pernambuco. Já em fevereiro deste ano, outras duas companhias foram implantadas nos municípios cearenses de Crateús e Chaval – ambos fazem divisa com o Estado do Piauí.

Desde que foi implantado, as ações efetuadas pelo batalhão em todo o Ceará já ultrapassam o número de 50 mil veículos abordados, além de 71 armas de fogo apreendidas, 123 procedimentos policiais em flagrante, 29 transportes recuperados e mais de 8 mil pedestres abordados, além da apreensão de 72 quilos de cocaína – ação em conjunto com a PF.

Fonte: Governo do Ceará

Radio Popup

"

Temos 33 visitantes e Nenhum membro online